Estreamos no G3

Dos principais benefícios de um Blog, manter os registros ao longo do tempo é um deles. Dessa forma, não posso deixar de registrar a primeira participação minha e do Skol no grau máximo do Agility Brasileiro.

A ascensão foi na 8ª e a estréia na 9ª etapa da VIII Copa Paulista. Etapa essa realizada na cidade de Campinas sobre um piso de grama sintética, montada no estacionamento do Bonvenon Eventos.

O Jumping não poderia ter sido melhor, talvez baixar meio segundo no penúltimo obstáculo (rs). Excelente Zerado com o segundo melhor tempo. “Que pistão”, como disse a Aninha no fim do vídeo.

No Agility, dois Refugos e três Faltas(creio que foram duas) nos renderam pela primeira vez um N.Q. Infelizmente isso nos tirou do que seria nosso primeiro pódio G3, mas a boa participação me deixou certo de que chegamos.

Nossa próxima participação será no fim do mês, nas últimas etapas da VII Copa CBA em Atibaia. Essas etapas são classificatórias para o Mundial que será realizado em Zaragoza, Espanha, mas essa é uma outra história.

Anúncios

Somos Grau 3

Era sonhado, desejado, esperado, cobrado… Foi batalhado, suado, mas finalmente conquistado.  Eu e Skol chegamos ao grau máximo do Agility Brasileiro.

Os mais próximos sabem como sempre fui “irresponsável” nas pistas porque mesmo com todo conhecimento adquirido no esporte somados à inúmeros conselhos de amigos, quando em pista, sempre parti para as cabeças. O famoso “Potência não é nada sem controle”.

Aparentemente minha ficha foi caindo nos últimos meses, os conselhos dos amigos, e foram muitos, diziam que o momento era de focar nos Ez’s e não no tempo da pista (Observem minha condução conservadora nos vídeos). Fui direcionando meu psicológico para completar as pistas em segurança e comecei a sentir o avanço, mas as ZC´s do Skol estavam me tirando do sério.

Finalmente, nesse fim de semana, as ZC´s do moleque começaram a funcionar razoavelmente, tanto que no sábado mesmo eliminados no Jumping comemorei com a Edilene as ZC´s corretas do Agility. A luz no fim do túnel estava aparecendo e no domingo o clarão se abriu assim que cruzamos o último salto.

Skol com cinco anos está no auge, eu com alguns anos a mais (rs) ainda tenho pernas para acompanhá-lo e como dizem os mais experientes, agora cheguei onde o filho chora e a mamãe não vê. Mesmo com muito a melhorar, é chegada a hora de partir para as cabeças.

Dedico essa conquista a minha esposa Edilene, ao grande parceiro de treinos Joel e a todos amigos que me aconselharam tantas vezes e comemoraram como se fosse uma vitória deles.

Galera, obrigado mesmo e nos vemos no G3.

Na Elite

Estou me sentindo pressionado à graduar a Loira porque prometi deixar de conduzi-la caso ela suba para o G2 com a Edilene, o que está próximo de acontecer. Nesse domingo em Campinas essa boa pressão aumentou. O último de uma geração que dividia as pistas com a gente conquistou a tão sonhada (e suada) graduação ou ficou com medo dos desafios do G2 e nas próximas etapas estarão na elite do esporte.

Fabiano e Bola na Elite

Fabiano e Bola na Elite

Fabiano e Bola conquistaram o combinado que faltava e esse post é para parabenizar esse lutador do Agility. Sem demagogia, o cara é lutador mesmo porque não é para qualquer um percorrer mais de dois mil quilômetros para cada etapa que participa. Seus treinos são comprimidos ao quintal ou pátio como eles dizem lá, e limitado à poucos obstáculos de fabricação própria.

Para se ter uma idéia dos feitos e da garra desse cara, ele esteve na véspera dessas etapas na DW para apresentar o Muro e a Casa para sua cachorra, caso contrário, Glee estrearia no dia seguinte sem conhecer esses obstáculos.

Se tem alguém que representa com todas as forças a nossa paixão pelo Agility, esse alguém é o G3 Fabiano Estigarribia e se tem alguém aí que desdenha de uma conquista como essa, só tenho a dizer que é fácil ser uma Lisa Frick quando se dorme e come Agility.

Parabéns, meu Velho e em breve, talvez não tão breve assim, nos encontramos no G3.

Jatobá no G3, feliz ou triste?

Fabiano já disse e concordo, Grau 2 Standard sempre foi o grau mais disputado do Agility brasileiro. Estou nele há mais de dois anos com Loira e não tenho a intensão de deixá-lo porque minha cachorra já está com quase sete anos, além de não sermos páreo para os Grau 3.

Todas as veses que conquistamos pódio ficava ligado para ouvir se um dos meus três camaradas estariam lá comigo. Engraçado isso, mas o pódio ficava mais completo quando amigos como Eduardo com Jatobá, Haroldo com Backer e Fabiano com Guiça ou Bola estivessem lá.

Infelizmente Backer afastou-se precocemente das competições e Guiça recentemente foi correr nas pistas lá de cima. Assim, nosso pódio foi esvaziando e nesse final de semana recebi a feliz ou triste, sei lá, notícia que Jatobá foi promovido ao Grau 3 numa pista extra da última etapa do Paulista. Como disse o Edu, em vez de rebaixá-lo, achou melhor oferecer o Grau 3 como prêmio para esse grande companheiro.

Bem, restou Fabiano com Bola, que estão um pouco afastados, para dividirmos o espaço nas fotografias e…

–  Edu e Jatobá, quebrem tudo no G3!

Edu e Jatobá, dupla Grau 3