Muita calma nessa hora!

Polona Bonac está de passagem pelo Brasil e é mais um daqueles seminários internacionais que somado as novidades trazidas pelos brasileiros do Mundial vão abalar as estruturas do Agility nacional. Será?

Quem leu o ótimo texto de Juliana Sales no Facebook sobre o imediatismo em se formar um cão de Agility ou as declarações de Marco Magiolo no site Cãopetição de que no Brasil treinamos errado, nesse momento deve estar se autoflagelando por tudo o que fez à seu cão, principalmente os iniciantes no esporte.

Muita calma nessa hora!

Vamos deixar claro que eles estão se referindo ao Agility de alta performance, ou seja, para quem realmente tem pretenções de se preparar e preparar seu companheiro para o mais alto nível de competitividade. Convenhamos, isso é para poucos e esses poucos devem refletir sobre o que os amigos escreveram.

Por outro lado é muito importante respeitar os anseios e limites de cada um, sabermos exatamente o que o Agilitista espera do esporte. Afinal, não podemos nos esquecer de que a maioria dos praticantes de Agility por aqui o faz como hobby, descontração, socialização e ou atividade física para sí e seu cão.

Portanto, quem se identifica com o que chamamos de Agility Fun, relaxe e continue tranquilamente seus treinos descontraídos, sem tanta cobrança sobre seu desempenho ou possíveis imperfeições que nada atrapalham quem chegou ao Agility para se divertir. Sempre lembrando, treinar e competir se divertindo, mas com a responsabilidade e respeito aos limites de seu cão.

Anúncios

4 respostas em “Muita calma nessa hora!

  1. Miguel…que coisa, pouquissimos, mas poquissimos mesmo entenderam o significado do que eu escrevi, e você foi um deles. Muitos me criticaram sobre o que eu escrevi porque o agility precisa ser divertido, fun, descontração…LÓGICO QUE PRECISA, E SEMPRE DEFENDI ISSO.
    Mas, existe uma outra faceta do esporte…o COMPETITIVO, e esse requer disciplina, foco, concentração, sacrificio, acordar uma hora mais cedo antes do trabalho pra treinar 5 minutos com o cão, ir dormir mais tarde pra ensinar um simples comando que pode no futuro ajudar na pista. Mas o agility é pra todos, pra quem quer se divertir e também pra quem quer competir, são praticamente duas mídias diferentes, diria até 3 mídias diferentes:
    1) Agility pra quem quer só brincar, sem ir pra provas, fazendo só Matchs
    2) Agility pra quem quer competir apenas em seu território, como um futebol de domingo a tarde ou uma partida de tenis com um amigo, ou nadar três piscinas em um torneio em sua academia.
    3) Agility para quem quer alçar voos maiores, ir para provas internacionais, disputar frente a frente com poderosos como Frick, Trickman, Peel, ou sei lá quem mais. Esse agility que me referi em meu post, que precisa demais de muita disciplina, tempo, foco, determinação, exercicios diarios, ensinar seu cão virar a direita e esquerda…ter fundamentos mais proximo do perfeito.
    Enfim, os 3 agilitys acima são corretos, basta cada um descobrir qual éa sua praia..
    Miguel, você entendeu!

    Curtir

    • Marcão, esse foi o intuito desse post. Tentei me colocar na posição daqueles que praticam por diversão e imaginar a forma que interpretariam o seu texto e da Ju.
      Concordo plenamente contigo e esse é dos fatores que mais me agrada o Agility, o fato dele ser democrático e oferecer a cada praticante o que procura, seja diversão ou competitividade nos mais diversos níveis.
      Citando meu exemplo, estou numa camada intermediária porque quero ser competitivo, mas devo respeitar minhas limitações. Participei de diversos seminários para aprender as mais avançadas técnicas, porém, hoje é muito claro para mim que é praticamente impossível atingir esse alto nível por não dispender de tempo para o trabalho de motivação, fundamento, critério, paciência e persistencia citados pela Ju Sales.

      Curtir

  2. Aqui eu acho que as coisas estão meio invertidas. Um agility ensinado por meio de fundamentos é MUITO divertido pro cachorro e pro dono, e é MUUIIIITO mais fácil pro cachorro de aprender. Então pq só quem é TOP tem que fazer assim? Não faz sentido.

    Aqui na nossa escolinha o primeiro mês do aluno é SÓ fundamento. E talvez tunel. TODOS nossos alunos levam pra casa dever de casa de flatwork, fica, vem, ou qualquer outra coisa que não precise de obstáculo. E eles fazem, pq quando chegam na aula seguinte e veem como a dupla que fez o dever de casa está melhor, se empenham para fazer. Desculpe, mas é um comprometimento. Assim como nosso alunos de obediência ou atendimento comportamental em casa, a gente logo fala que o dever de casa faz parte do pacote, se você quer realmente treinar seu cachorro. E, também, que o dever de casa não é nada cabuloso, 15 minutos dia sim, dia não. Ninguém reclama.

    O Agility ensinado de forma correta é muito mais fácil, mto mais divertido e gera uma dupla muito melhor. Então pq só quem quer competir pode ter esse “luxo”? Ai você torna a vida de quem não quer competir mais complicada ainda.

    Curtir

    • Luiza, não há nada invertido, é apenas uma questão de potencializar as coisas. Ninguém disse que fundamentos não podem ser divertidos, a questão é até que ponto deve-se insistir ou permanecer neles, ou seja, trabalhou e atingiu um nível aceitável, segue em frente e divirta-se. Já aqueles que desejam níveis impecáveis, os altamente competitivos, devem insistir até atingir a perfeição.
      Penso que as diferenças estejam aí, ter ciência de qual o nível e a qualidade pretendida.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s